Atenção!
O item de notícias que você está visualizando está no formato antigo do site. Podem haver alguns problemas de representação em algumas versões de navegadores.

Fechar

Ataque/Defesa Invade a WGL eSports

A arena de batalha mudou, e os dias de campeonato de acampamento chegaram (felizmente!) ao fim.

O modo Ataque/Defesa abriu caminho até aos eSports de World of Tanks esta temporada, introduzindo uma nova funcionalidade 7/54 que promete revigorar as batalhas, com objetivos de time claramente definidos, incentivando  os jogadores a se engajarem em rodadas de ferozes combates de sete minutos.

Novos Alinhamentos

Para quem está chegando agora aos eSports, 7/54 significa que os times são agora compostos por sete membros, cujos níveis dos tanques combinados devem totalizar 54 pontos (em vez dos 7/42 da temporada passada). Isso significa que, pela primeira vez, os times vão consistir de: cinco jogadores em tanques de nível VIII e dois jogadoes em nível VII, ou seis jogadores em tanques de nível VIII e um em nível VI.

Em que é que isso se traduz para a competição? Longe vão os pilotos de nível I, o que torna cada veículo destruído muito mais relevante. Isso também abre a porta para alguma experimentação em termos de alinhamento, com os RU 251 certamente a dominarem, em conjunto com o IS-3 e o Walker Bulldog, e até algumas tentativas de adicionar artilharia de nível VI à equação.

Atacantes e Defensores

Mais ainda, um time será agora designado atacante, enquanto seus oponentes serão os defensores. Para que o time atacante vença, ele tem de capturar pelo menos uma de duas bases inimigas no mapa, ou destruir todos os defensores. Por outro lado, a defesa ganha quer destruindo todos os atacantes, quer lutando até que termine o tempo sem permitir a captura de nenhuma das bases.

Para a Gold League Temporada 5, isso significa que os times vão agora se enfrentar em dois mapas por combinação, com cada um deles trocando de papéis depois de duas rodadas (por exemplo: ataque, ataque, defesa, defesa), antes de seguirem para o próximo mapa.

Comentários dos Profissionais

“Essa é uma mudança dramática no World of Tanks e no futuro dos eSports”, diz LAPSE, do S.I.M.P.  “Penso que vamos assistir agora a jogos e táticas muito interessantes, pois existem muito mais restrições e isso vai forçar as pessoas a serem inovadoras e criativas. Vamos assistir a uma nova meta se desenvolvendo e não creio que essa nova meta se desenvolva antes de a liga começar. Penso que vamos ver estratégias evoluindo perante nossos olhos, à medida que todo o mundo vai descobrindo a melhor forma de jogar.”

“Acho que os níveis VII que vão ser jogados são o mais interessante. A mobilidade e a visualização que o RU 251 está fazendo nesse momento vai ser ofuscada pelos Bulldogs e LTTBs. Os níveis I eram cegos antes. Eram como dedos sentindo o mapa. Agora esses novos tanques leves de nível VII vão trazer muita informação para o jogo, e ao mesmo tempo haverá médios e tanques pesados mais poderosos, porque não serão tão precisos para detetar. Penso que o RU 251 será mais equilibrado, pois teria sido desequilibrado em 7/42. Felizmente, estamos mudando de formato.”

Zomb1eFood, GooglyBobber, concorda: “Com as novas regras, um time terá de fazer alguma coisa. Já não há mais tempo para ficar matando tempo, acampando. Antes, o jogo era muito parado e todo o mundo estava se aproveitando das minas de nível para reagir à jogada de alguém. Com esse novo sistema, você deve poder jogar mais agressivamente e vencer mais agressivamente. Isso é tão mais importante agora, quando você perde um de seus tanques. Se você perdesse seu nível I, não importava. Mas agora, se você tentar se esconder, você será encontrado e desfeito. Mas se vocês continuarem circulando e se apoiando mutuamente, vai correr tudo bem. Penso que vai ser bem mais divertido de jogar. E depois, quando acrescenta os pontos de nível adicionais, e retira os nível I, isso faz uma grande diferença para nós, pois queremos que todos os tanques na luta sejam efetivos, especialmente dois batedores de nível VII. O novo Walker Bulldog será perfeito para isso, especialmente com seu dano elevado e sua capacidade de circular pelo mapa rapidamente.

“Os novos modos e padrões de times vão agitar um pouco as coisas.”

Quanto aos campeões da defesa do #RU (agora autointitulados RUlette), Sov13t acredita que as novas regras vão ajudar a rejuvenescer o World of Tanks enquanto eSport. “Estamos felizes por vermos que finalmente os eSports estão a ter a atenção que merecem por parte dos desenvolvedores de jogos”, afirma. “Antes, o jogo era tão restritivo e monótono, não era divertido de assistir, enquanto audiência. Com as alterações da Temporada 5, o jogo vai evoluir drasticamente. Com dois círculos para captura, o jogo vai ser muito mais dinâmico. Um time já não pode mais ser conhecido como passivo, e se for, esse jogo passivo vai lhe valer uma derrota. Você precisa ser agressivo, e seu time precisa ser muito mais dinâmico, se quer chegar à vitória. O controle do mapa será fundamental.”

RummYY, do Victorious Secret, acrescenta: “Eu gosto do fato de já não haver nível I. Agora, todo o mundo tem de jogar um tanque significativo e, se jogar agressivamente, vai finalmente ser recompensado.

“Vai ser uma temporada imprevisível.”

Fechar