Atenção!
O item de notícias que você está visualizando está no formato antigo do site. Podem haver alguns problemas de representação em algumas versões de navegadores.

Fechar

Clã em Foco: Game-Over

[-GO-] GAME-OVER
Website Unavailable

Soldados!

Nesta edição da serie de Clãs em Foco vamos dar uma olhada na Game Over, O primeiro Clã Brasileiro a estar em destaque. A Game Over consiste de jogadores que são em simultaneo experientes ou relativamente novos na Guerra de Clãs. Vários jogadores do Clã também fazem parte do time de torneio com o mesmo nome que acabou de terminar a temporada na Liga Ouro da WGLNA, e eles têm um time mais novo que está se saindo bem na Liga Bronze da WGLNA.

Nós entrevistámos estes jogadores para saber mais sobre o GAME-OVER:

GANDORFO [-GO-] - Comandante
epinto [-GO-] - Vice-Comandante, ajuda no recrutamento
HenriqueDante [-GO-] - Soldado, ocasionalmente Comandante de batalha
Giggmaster [BADGR] - Tradutor Extraordinário (não está no clã)

Você pode desafiar [-GO-] esta quarta-feira às 8:00PM BRST (3:00PM PDT) em Companhias de Tanques de nível Campeão para poder ganhar algum ouro, e acompanhe as batalhas no Twitch para ver Quemapueblos e Hypnotik tentando seguir ordens de batalha em Português.

Quando o clã foi formado, como ele foi formado e quais são as metas?

GANDORFO - Eu já tinha esse clã guardado. Ele foi formado com a primeira leva que saiu do antigo clã ROTA em 2012 e o primeiro nome do dele foi Action Team. Os jogadores do ROTA foram saindo para diversos clãs, MLP, Forge, -G-, e depois quando estávamos na VOLT tínhamos um time BR lá com o apoio da liderança do clã. Entretanto, a situação foi ficando difícil, porque esse time BR jogava muito torneio e o horário de CW não batia certo com isso, e foi aí que resolvemos abrir a Game Over, tirando nosso time da VOLT para jogar a segunda campanha.

epinto - O início do clã não o conheço bem.

HenriqueDante - Sim, o que eu ia falar você já falou.

A segunda campanha aumentou a exposição do GO. Qual a importância da segunda campanha para o clã e como o ajudou?

GANDORFO - A segunda campanha trouxe muitos jogadores, fomos o único clã Brasileiro a conseguir a missão da campanha, conseguindo assim trazer vários jogadores, de altos e de baixos níveis.

Como é o vosso processo de recrutamento e que características estão procurando num jogador para ele entrar no clã?

HenriqueDante - Tem que ser Brasileiro e não ser chato (risos), porque no resto pode entrar qualquer um.

GANDORFO - A única coisa que pedimos é que o jogador mantenha o compromisso a partir da altura em que entra no clã, respeitar todo o mundo no TS e no jogo também, fora isso no resto nós damos um jeito. Stats para nós não é muita coisa, porque nós temos baixos stats e ainda conseguimos ganhar de vez em quando de alguns times fortes. Pinto, quer falar alguma coisa?

epinto - (risos) O que queres que eu diga? Estavam a dizer que só deixavam entrar Brasileiros, já tou aqui a mais! (risos)

Há algum requisito ou não só pra brasileiros ou se tem alguma restrição contra portugueses?

GANDORFO - Não tem requisito contra nenhum tipo de nação, basta a gente conseguir falar…

HenriqueDante - Se comunicar, ele tá bom.

GANDORFO - E nós damos um jeito.

Como é que o clã se vira com zona horária, já que a zona horária para a gente é complicado?

GANDORFO - É, é complicado.

HenriqueDante - Dormir pouco (risos)

epinto - Para mim é complicado, muito complicado.

GANDORFO - É por isso que nós não vamos atrás de confusão com gente grande assim para querer tomar o território deles porque não podemos por causa do horário. Nós conseguimos um time, se o horário fosse uma ou duas horas mais cedo, para nós ajudaria, mas como não ajuda nós vamos empurrando um grãozinho de cada vez.

Qual seria o horário perfeito para CW e como seria a participação nesse horário?

GANDORFO - É, 21h, horário local nosso seria ótimo. Aí, nós teríamos o quê, de 100 fichas teríamos 60 online, 70, para poder jogar. Neste momento, 22h, temos 44 pessoas no TS da GO. Daqui a pouco, vai ser dificil ter um time, por causa do horário.

Como é que o vosso clã lida com a diplomacia, já que a maioria dos Clãs no mapa falam inglês?

HenriqueDante - A gente usa o GiggMaster (risos)

GiggMaster - Obrigado! Mas eu não sou do clã! (risos)

GANDORFO - Nós temos vários jogadores que não falam fluentemente Inglês, mas alguém entende um pouquinho, uns escrevem...

HenriqueDante - O Nipp100[HAVOK] quebra galho …

GANDORFO - Aí, temos amigos de fora que quebram galho também para nós. A diplomacia que temos feito ultimamente é na bala do canhão; que a gente não faz diplomacia, não. É chegar e jogar e tentar ganhar.

Quanto do vosso sucesso na Guerra de Clãs vocês atribuiriam à diplomacia e à habilidade?

HenriqueDante - 70%-30%

GANDORFO - A realidade é a seguinte: nenhum clã vem fazer diplomacia com a gente enquanto não perdeu a primeira batalha. Primeiro eles vão e testam-nos para ver se eles aguentam, quando eles não aguentam eles seguem para a diplomacia. O nosso pensamento é simples: para nós não tem clã grande nem tem clã forte. A gente vai martelar até o cara vacilar, e na hora que ele vacilar vamos entrar. Nós somos teimosos. Basicamente é isso, não temos jogadores de alto nível, mas nós somos teimosos, a gente martela até furar.

É difícil recrutar pessoas numa comunidade pequena?

GANDORFO - A comunidade não é assim tão pequena…

HenriqueDante - É que há muita divisão, muita gente que não se une e tem vários clãs. A comunidade é grande só que…

epinto - Há demasiados clãs para tão poucos jogadores.

GANDORFO - E os melhores jogadores brasileiros querem ter uma tag mais alta, querem jogar em clãs mais conhecidos, -G-, VOLT…

Como é ver gente saindo para outros clãs grandes, se arrependendo e voltando para clãs Brasileiros?

HenriqueDante - A questão é que os BR que vão para outros clãs grandes, eles já falam Inglês, então eles não sentem problemas nisso.

GANDORFO - E a maioria que vai, ou quando um vai ele fala Inglês, ou num grupo que vai a maioria não fala mas um sabe Inglês.

epinto - A gente sente-se melhor num clã Brasileiro, não é?

GANDORFO - O Brasileiro que joga muito bem, é um BR da antiga, é um BR que tá no servidor desde que quando começou CW, e esses BRs já sabem a malicia dos clãs, aí acaba indo pela malicia um pouco, vamos na tag, vamos ali, tá dando um gold aqui, tá dando um gold ali, ocorre também muito isso.

O que aprenderam sobre Guerra de Clãs e gerir um clã que vocês gostariam de tivessem sabido quando começaram?

GANDORFO - Na Guerra de Clãs, poucos jogadores estão pela fama de estar no mapa, de querer estar brigando toda a noite, querer defender a bandeira, e tem jogadores que estão ali pelo gold, que são os tais mercenários. Hoje em dia não tem nenhum clã brasileiro que pague alguma coisa, os que querem ganhar alguma coisa vão para outros clãs. Os que ficam é só pela bandeira mesmo.

Como você gerência hoje as pessoas no clã entre aquelas que querem só jogar, que querem-se divertir e aquelas que são mercenárias?

GANDORFO - Mercenários não temos, porque não temos nada a oferecer. Eu dou algum gold para alguém trocar um consumível…

HenriqueDante - Ou um módulo.

GANDORFO - Um módulo, ou coisa assim. A única coisa que o clã fez, que eu prometi na segunda campanha foi que quem jogasse todo o dia pegaria o tanque (VK72.01K), e quem jogou todo o dia pegou o tanque. Fora isso, a gente não promete muita coisa. Estamos jogando CW, mas não estamos jogando contra times fracos. Nós jogamos todo o dia contra times fortes para aprender. Se fosse para entrar no mapa e ficar juntando gold por 2/3 dias, nós teríamos time para isso mas aí não ganharíamos nada, não ganharíamos experiencia, não ganharíamos tática. A única coisa que podemos oferecer é a glória de ganhar de um time forte, mais nada.

Tem alguma decisão que a liderança tomou que se arrependeu?

GANDORFO - A única coisa foi acabar colocando muita gente no clã no início para completar ficha, e agora essas fichas estão paradas e estorvando o clã, e é o que eu estou fazendo agora, limpando o clã.

Estando no Brasil, longe do servidor, como é a experiencia de jogar com uma latência forte e ping alto?

HenriqueDante - A gente calcula dois segundos e meio em média na frente de onde o alvo está rodando. (risos)

GANDORFO - É isso aí.

Ter nascido de um time de torneio da Gold League ajudou o clã a ganhar notoriedade?

GANDORFO -Ajudou um pouco, mas só na divulgação. A gente não mistura o nosso time de torneio com o clã. O que o time conseguiu não é de hoje, nós estamos trabalhando nele há muito tempo, e é apenas mérito do time. O clã está tentando ganhar seus méritos agora. O time GO vem desde o tempo em que eu jogava no clã ROTA em 2011. O clã é da segunda campanha para cá.

Como é que o Clã lida com os conflitos entre partidas de Guerra de Clãs e partidas de torneio?

GANDORFO - É difícil ocorrer isso, porque nessa parte somos muito cuidadosos.

HenriqueDante - A gente administra bem isso aí.

GANDORFO - A gente só vai para cima de um time de CW se não tiver nenhum time nosso de torneio na ativa, para poder jogar no horário. Um exemplo, hoje tem jogos do time 2 da GO na Bronze League, só que vai ter também CW. No horário da primeira batalha de CW eu vou ter um time para conseguir suprir, e na segunda batalha esse pessoal já vai estar liberado para poder jogar. Nós cuidamos muito isso, mas nós damos preferência para torneio.

Qual foi vossa batalha favorita de Guerra de Clãs, seja da campanha ou em geral?

GANDORFO - O conflito que tivemos com a -G- na segunda campanha, que eles queriam pegar um mapa que tinha pote de ouro, e nós conseguimos segurar por três dias eles batendo, martelando todo o dia e todo o dia levando uma pisa, foi uma batalha muito… muito boa para nós

Quemapueblos - Essas batalhas ajudaram a que a -G- não conseguisse o primeiro lugar.

HenriqueDante - Sério?

epinto - A gente sabia. 

GANDORFO - A gente sabia disso. Os clãs em volta liberaram o mapa para a -G-, não sei se a -G- foi com diplomacia para eles ou não, mas eles não vieram fazer diplomacia com a gente e nós fizemos a velha diplomacia com o canhão, entendeu?

Se pudessem pedir uma mudança, no sistema todo de CW, independentemente da limitação da WG, mas uma mudança que gerasse uma vantagem tremenda para a GO, qual seria?

GANDORFO - O que ajudaria a gente seria ter o horário da CW mais cedo.

Tem algum tipo de preparação antes da batalha?

HenriqueDante - A gente abre uma sala de treino e vê o modo de funcionamento do time antes de a gente lutar.

GANDORFO - Meia hora antes.

O vosso clã tem algumas tradições interessantes?

epinto - Piadas do richtrmoc

GANDORFO - Nós temos um jogador que precisamos de botar ele em todas as batalhas, e todas as batalhas ele dá 0 de dano, e ele é totalmente show, mas ele é muito querido do pessoal do clã.

HenriqueDante - Ele é a ovelha negra..

GANDORFO - E ainda conta a piada

HenriqueDante - Sempre conta piada antes e nunca faz nada na batalha.

Quem é o melhor jogador do clã, excluindo quem tá na sala nesse momento?

epinto - Para mim é o  PublicEn3my.

GANDORFO - É, os melhor jogadores do clã são o PublicEn3my e o  Extream. O Extream tem andado meio sumido, mas voltou agora.

Querem fazer algum comentário em geral, ou sobre o segundo time que está na Bronze League ou outros?

GANDORFO - O primeiro comentário é agradecer à Wargaming pela oportunidade e agradecer pelo que eles estão fazendo no site já para BR, as traduções, colocando o Capitao_Desastre_ para poder ajudar no fórum, procurando ajudar o jogador BR em si. A questão do time da Bronze League, nós sempre vamos ter times em torneios. Ganhando ou perdendo nós vamos estar lá, tentando dar o nosso melhor e continuar jogando sempre como nós jogamos.

GiggMaster - Puxa-saco… (risos)


Fechar